BLOG MONTELONGO
Olhares para Fafe
08
Out 14

Opinião de Jorge Pimentel (PSD) publicada no Notícias de Fafe:

 

Presentemente, com o encerramento de várias escolas básicas do concelho, com a agregação de várias unidades orgânicas, tornadas agora em três mega agrupamentos, terão de ser novamente equacionadas algumas questões da rede escolar do concelho, tais como, a actual população escolar e a sua actual escolaridade, a dispersão geográfica e a rede de transportes, a tão desejada nova escola secundária, que continua a aguardar decisão do Ministério da Educação e da Ciência e as dúvidas à volta dos centros educativos.

Ter-se-á de proceder à nova recolha e análise de dados demográficos da NUT III, a disponibilizar pelo Instituto Nacional de Estatística, proceder a novo diagnóstico social de Fafe e fixar metas e objectivos na Nova Carta Educativa, ouvidos os parceiros e todas as instituições concelhias e supraconcelhias (direcções das IPSS, direcções de agrupamentos ou de escolas não agrupadas, Escola Profissional de Fafe, Direcção Geral de Estabelecimentos Escolares (DGEstE) do Norte, Centro de Emprego de Fafe, direcção da Escola Secundária de Fafe e entidades associadas da educação do concelho).

publicado por blogmontelongo às 18:00
20
Set 14

Opinião de Leonor Castro, da Comissão Concelhia do PCP, publicada no jornal Notícias de Fafe.

 

Em Fafe, este ano, 3 escolas foram encerradas. As crianças de Armil, por exemplo, foram integradas na escola de S.Jorge (tendo entrado em funcionamento com uma sala de ensino pré-escolar, passou, há sensivelmente 3 anos, a duas, que este ano, consequentemente, terão 25 e 23 alunos - poderá esperar-se o mesmo desempenho que se registava quando não havia mais que 18 em cada sala?!). Nos diversos anos/ciclos, o número de alunos por turma aproxima-se, em vários casos atinge mesmo, os 30 por turma!

 

O certo é que aquilo a que assistimos é, mais uma vez, uma passividade já característica desta autarquia.

publicado por blogmontelongo às 18:00
06
Set 14

Declarações do Presidente da Câmara, Raul Cunha, à FafeTv:

 

Eu sou daqueles que acreditam que, em escolas com poucas crianças, elas acabam por ser prejudicadas e ter menos rendimento. É preferível que as crianças possam ter partilha e convívio com outros colegas da mesma idade, e poderem ter condições de desenvolver melhor a sua aprendizagem. É preferível o apoio social, o apoio no transporte, apoio aos livros, à alimentação do que manter as escolas abertas, isoladas, com 2 ou 3 miúdos.

O Ministério da Educação definiu aquele critério que nós sabemos. As escolas que, em Fafe, não correspondem ao critério que o Ministério da Educação definiu, têm de encerrar, não há outra solução.

publicado por blogmontelongo às 18:00
pesquisar neste blog
 
Contacto
blogmontelongo@sapo.pt
comentários recentes
morar num prédio é lixo!!! leva-se com todos os ba...
e na Trofa, também!
Obrigada "h" pela atenção. Já se corrigiu o erro.
Seria importante que as escolas não encerrassem an...
http://www.scoop.it/t/explore-minho/p/4024462499/2...
Da me a ideia que o senhor anda fugido de fafe. Ma...
Realmente a ligação à ruralidade tem vindo a perde...
Certíssimo caro Luís. Não há nenhuma relação com n...
Daquilo que me apercebi é que este novo blog "roub...
Bom dia AlbertoA minha ideia e manter o blog plura...
Mensagens
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Farmácia de Serivço

blogs SAPO