BLOG MONTELONGO
Olhares para Fafe
08
Abr 15

Opinião e ilustração de de Gil Soares (membro da Comissão Política do PS/Fafe) publicadas no jornal Notícias de Fafe:

 

Raul Cunha, neste quase ano e meio de mandato, deu um novo sentido à Câmara Municipal de Fafe. Ele percebeu algumas das lacunas e começou a inovar no sentido de criar melhores condições de vida aos fafenses e dar visibilidade ao nosso concelho. Antes de entrar no campo político foi um brilhante profissional, na área da medicina, e devido a esse factor trouxe na bagagem muito conhecimento da realidade do nosso concelho.

Não podemos esquecer o enorme trabalho no âmbito social, enquanto vereador e vice-presidente, nos mandatos de 1998 e 2005, do qual se destaca o programa de recuperação de habitações a pessoas carenciadas. Percebe-se, então, que houve intervalos na sua vida profissional para se dedicar á política e a experiência de lidar, numa área profissional, com os problemas mais delicados das nossas vidas fez com que Fafe tenha um presidente dedicado aos fafenses num sentido mais humanista. Enquanto partido temos de nos preocupar em criar condições para Raul Cunha se recandidatar às próximas autárquicas. Raul Cunha é a nossa maior referência socialista embora que, estrategicamente, alguns o tentem dissociar do partido, pelo qual foi eleito, ou o tentem afastar de uma recandidatura para os fantasmas do passado voltarem a assombrar o município.

Na minha opinião as próximas eleições autárquicas, com a possibilidade de antigos presidentes se candidatarem, pode trazer a todos os partidos muitos dissabores na disputa eleitoral. Muitos começam a pensar que alguns presidentes o são a prazo.

O PS Fafe tem de olhar para o partido muito além da sua sede e acabar com esta trapalhada interna que em nada dignifica os valores democráticos de Abril. O tempo está a passar e com ele as oportunidades de trabalhar depois de um ano de eleições internas que não deram espaço de manobra às concelhias.

O agendamento de uma Convenção Autárquica e/ou um Encontro de Socialistas é vital para todos serem ouvidos de modo a explanarem ideias e definirem planos e estratégias, porque o partido é de todos e o caminho é feito juntos. Mas ainda há muitas pedras no caminho... Não há socialistas de 1ª e de 2ª, como muitos fazem crer, e os militantes que pensem por eles e estejam, acima de tudo, com o partido, não se afastando das suas obrigações políticas. Não esquecendo o passado, temos de viver o presente e o virar-nos para o futuro. Finalmente citando Henry Wells: "Se não acabamos com a guerra, a guerra acabará connosco".

 RC.jpg

publicado por blogmontelongo às 18:00
Temas: , ,
pesquisar neste blog
 
Contacto
blogmontelongo@sapo.pt
comentários recentes
morar num prédio é lixo!!! leva-se com todos os ba...
e na Trofa, também!
Obrigada "h" pela atenção. Já se corrigiu o erro.
Seria importante que as escolas não encerrassem an...
http://www.scoop.it/t/explore-minho/p/4024462499/2...
Da me a ideia que o senhor anda fugido de fafe. Ma...
Realmente a ligação à ruralidade tem vindo a perde...
Certíssimo caro Luís. Não há nenhuma relação com n...
Daquilo que me apercebi é que este novo blog "roub...
Bom dia AlbertoA minha ideia e manter o blog plura...
Mensagens
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Farmácia de Serivço

blogs SAPO