BLOG MONTELONGO
Olhares para Fafe
05
Dez 15

Opinião de Elsa Lima, directora do jornal Notícias de Fafe:

 

O horário de funcionamento dos cafés e restaurantes é um assunto que tem dado que falar, uma vez que o regulamento que define as regras de funcionamento dos estabelecimentos comerciais em Fafe está em revisão, e a primeira proposta aponta para o encerramento deste grupo de estabelecimentos às 24 horas, nos dias de semana, e das esplanadas à mesma hora, em qualquer dia, mesmo ao fim-de-semana, inclusive nos meses de Verão.

Ora uma intenção dada a conhecer pelo Município que não caiu bem junto dos proprietários deste tipo de estabelecimentos que actualmente podem funcionar até às 02h00 e não querem ver o horário reduzido, antevendo prejuízo.

Uma medida que, na base, terá o desagrado daqueles que moram junto de cafés e que frequentemente reclamam o direito ao descanso que muitas vezes é incomodado. Ou seja, uma balança difícil de equilibrar.

Se por um lado se percebe a legitimidade de quem investe neste tipo de estabelecimentos querer trabalhar mais tempo, por outro ninguém tem dúvidas que qualquer indivíduo tem naturalmente direito a desfrutar do repouso e o sossego, emanação da consagração constitucional do direito à integridade física e moral da pessoa humana.

Considero contudo, numa perspectiva de razoabilidade, e de consideração dos diferentes direitos, que não se pode enveredar por exageros e que o bom senso deverá imperar na hora de regulamentar este tipo de regras.

Obrigar a fechar os cafés, e esplanadas, à meia-noite, em todos os momentos, parece-me exagerado e se calhar muito difícil de implementar se pensarmos numa noite agradável de Verão, ou em qualquer data festiva que confere um maior movimento à cidade, em que qualquer cidadão gosta de usufruir deste tipo de espaços com os amigos. Numa noite fria de inverno, a medida até pode parecer razoável e em alguns casos até serão os proprietários a querer fechar mais cedo. Mas em outras, como disse, já não será bem assim. Daí o perigo de regulamentar nesse sentido.

Deverá imperar o bom senso, nos decisores, mas também nos proprietários dos cafés que deverão ser os primeiros a querer ter boas relações com a vizinhança. É compreensível que durante a semana ninguém queira ser incomodado com o ruído dos risos e conversas que emanam das esplanadas, mas se calhar ao fim-de-semana a compreensão já será outra e não me parece exagerado que possam funcionar até às duas da madrugada. Naturalmente com regras apertadas na limitação de ruídos, dentro e fora destes espaços, que devem ser alvo de fiscalização.

Até porque, se a corda for muito apertada, a cidade cujo movimento já deixa muito a desejar, ficará às moscas e muitos não hesitarão em procurar outros espaços, noutras terras para frequentar, de onde não sejam 'corridos' ao toque das doze badaladas.

Assim, com horários, ruído e descanso em causa, uma maior liberdade sim, mas com responsabilidade.

 

 


publicado por blogmontelongo às 18:00
comentários recentes
Obrigada "h" pela atenção. Já se corrigiu o erro.
Seria importante que as escolas não encerrassem an...
http://www.scoop.it/t/explore-minho/p/4024462499/2...
Da me a ideia que o senhor anda fugido de fafe. Ma...
Realmente a ligação à ruralidade tem vindo a perde...
Certíssimo caro Luís. Não há nenhuma relação com n...
Daquilo que me apercebi é que este novo blog "roub...
Bom dia AlbertoA minha ideia e manter o blog plura...
Eu faço parte daqueles, que no Verão passado se in...
Teste. Obrigado pelos comentários.
pesquisar neste blog
 




Contacto
blogmontelongo@sapo.pt
Mensagens
Na agenda:


Blog Montelongo


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Farmácia de Serivço




blogs SAPO