BLOG MONTELONGO
Olhares para Fafe
15
Nov 17

Opinião de Jesus Martinho publicada no blog Fafe Memória e Património:
 
Última palmeira centenária foi cortada

1.jpg

Na manhã desta quinta-feira, 9 de Novembro, uma equipa de funcionários da empresa “Horto Casimiro”, por ordem da Câmara Municipal, procedeu ao corte da última palmeira nas traseiras do belo edifício “rosa”, mandado construir pelo “brasileiro” de torna viagem, João Alves de Freitas, que ficou concluído em 1912.

Em menos de um ano, o imóvel histórico onde, em 2013, foi inaugurado o Arquivo Municipal de Fafe, perdeu as suas duas palmeiras centenárias, supostamente plantadas em meados da segunda década do século XX, que, até há pouco tempo, valorizavam a singular beleza das traseiras do palacete.
Lembre-se que no passado dia 23 de Janeiro foi mandada cortar a primeira palmeira, por alegada praga de escaravelho vermelho, um dos principais males das palmeiras.
Desta feita, técnicos da Câmara Municipal, teriam diagnosticado uma praga semelhante e condenado a ultima palmeira do local ao abate, salvaguardando a segurança pública.
Nada é eterno, e estas plantas exóticas, oriundas das Canárias, chegaram ao seu fim de vida, alegadamente, sem cuidados e tratamentos que lhe dessem maior longevidade.
Agora, para compensar a perda, seria bem vista a plantação de outras duas palmeiras, no mesmo local e da mesma espécie… não custa nada!

praga palmeiras fafe

Traseiras do Palacete do Arquivo em 2014 

 

palmeira doente fafe

Traseiras do Palacete do Arquivo em Janeiro 2017
 

4.JPG

Traseiras do Palacete do Arquivo, actual 
 


publicado por blogmontelongo às 18:00
14
Jun 17

Opinião de Carlos Afonso publicada no seu Facebook:

 

Podemos encontrar vários epítetos para definir FAFE, como, por exemplo: «Fafe dos Brasileiros», «Um Amor de Cidade», «Sala de Visitas do Minho», «Fafe cidade das Artes».

Hoje, numa visão sentida, acrescento o apelido «Fafe, a Cidade das Tílias», e justifico.
Por estes dias de junho, ao caminharmos pelas ruas da cidade, o perfume doce das tílias acrescenta uma tonalidade profundamente calma ao burgo minhoto. Desde o Largo de Portugal, ao Jardim do Calvário, Avenida do Brasil, Jardim da antiga estação e Praça 25 de Abril, entre outros espaços, é impressionante e encantador caminhar, envolto num aroma tão mélico e quente!

Sempre que posso, gosto, pela manhã, ou no fim da tarde, embrenhar-me pelas ruas de Fafe, ao encontro das Tílias. Por vezes, sento-me num dos bancos que se acomodam no Largo de Portugal, e, ali, respiro e vivo todo um perfume que a minha memória e a minha alma também gostam de beber.

Carlos Afonso.

Tília Fafe

 

***

A TÍLIA é nativa da Europa.
As flores da tília são ricas em mucilagem e óleos essenciais como o geraniol, o eugenol e o farnesol, o que confere o aroma característico às suas flores. Contém ainda flavonóides e glicósidos, saponinos, taninos e sais de manganês. A casca da planta contém mucilagem, polifenóis, taninos, heterósidos e triterpenos.
Uma infusão bem quente de chá de tília constitui um excelente sudorífico (que estimula a sudação), muito recomendado em estados febris, gripes e catarro, especialmente em crianças devido à sua acção levemente calmante e ao seu sabor agradável e adocicado.
É um bom calmante do sistema nervoso e muito utilizado em crianças hiperativas. A tília é ainda útil no alívio de dores de cabeça e insónias.Combate a arteriosclerose, a tosse, a bronquite, digestões difíceis e cólicas gastrointestinais.
Esta planta funciona ainda como sedativo, ansiolítico e antiespasmódico.

(Fonte: Wikipedia)

 



publicado por blogmontelongo às 18:00
30
Jul 16

Opinião de Alexandre Leite publicada na revista Factos, Fafe em Revista:

 

Há muitos elementos que compõem as “selvas urbanas”. Edifícios de habitação, sinalização de trânsito, postes de iluminação, edifícios públicos, passeios, ruas, árvores, zonas pedonais, parques de estacionamento, paragens de autocarros, pássaros, redes de saneamento, insectos, automóveis, pessoas, lixo, bicicletas, escolas, zonas comerciais, cursos de água, cabos de fibra óptica, esplanadas. Por vezes não é fácil a convivência entre todos os elementos urbanos. Não é fácil encaixar todas estas peças de forma a que os elementos funcionem bem e cumpram a função desejada.

É preciso um bom planeamento e é indispensável pensar a cidade. É preciso ter bons arquitectos, bons engenheiros, bons cidadãos, bons decisores políticos, que em conjunto possam discutir e resolver as desarmonias dessa selva urbana.

 

No Parque 1º de Dezembro, em frente ao edifício da antiga estação de comboios, há um jardim que recebeu de braços abertos quem chegava a Fafe de comboio e que continua ainda hoje disponível para um agradável passeio. Durante mais de um século os cedros aí plantados foram crescendo e, para além da sua óbvia beleza foram cumprindo os seus outros papeis: amenização da temperatura do meio envolvente, habitat para diversas espécies de aves, produção de oxigénio, retenção de poeiras e poluentes. Tão importante e útil se tornou esse arvoredo que a Assembleia Municipal de Fafe aprovou há cerca de um ano atrás, por unanimidade, uma proposta da CDU de pedido de classificação de interesse público, junto do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (pedido esse que está em período de avaliação).

 

Recentemente surgiu a notícia de que a Câmara iria remodelar esse largo. Na última reunião da Assembleia Municipal, quando questionado sobre de que forma esse projecto de remodelação iria valorizar esse património, o Sr. Presidente da Câmara respondeu que pelo menos duas árvores seriam mantidas... frase que entretanto desembocou no aviso algo contraditório de que talvez a árvore mais da ponta tivesse de ser sacrificada...

 

Não conhecendo o projeto e acreditando que é difícil por vezes encaixar todas as peças urbanas de forma harmoniosa, parece que algo vai mal na escolha das prioridades e no planeamento. Há alguma coisa mais importante naquele parque do que a sua história, as árvores e o monumento alusivo aos centenários? E se bem que o monumento até possa ser deslocado para outra zona da praça, o mesmo não é prático fazer com as árvores. Não será possível desenhar o trajeto da rua, os passeios, o estacionamento, num largo tão grande, sem atropelar as árvores?! Fica aqui o alerta, para que a selva urbana não seja gerida pela lei da selva.

 

Árvores Fafe Alexandre Leite

 



publicado por blogmontelongo às 18:00
22
Mar 16

Opinião de Leonel Castro, candidato do Bloco de Esquerda nas Legislativas, publicada no jornal Notícias de Fafe:

 

Mutilam impiedosamente as nossas árvores! Sujeitam-nas a uma humilhação atroz. E qual foi o crime cometido por elas para merecer tão bárbaro destino?

Entre outras coisas, tornaram as ruas frescas, regularam o vento, a humidade. Há muitas pessoas que pensam que a sua presença na cidade é um obstáculo, mas a verdade é que as árvores desempenham um papel de enorme importância.

Por exemplo, a sombra de uma árvore pode reduzir a temperatura debaixo da sua copa até 3ºC. À escala urbana, pode implicar a redução dos custos de ventilação até 25%, com resultados directos no combate às alterações climáticas.

Contribuíram para a qualidade de vida e saúde pública.

Lamentavelmente, o caso mais gritante aconteceu há poucos dias nos jardins da Escola Secundária. Como ex-aluno, sinto-me profundamente ofendido. Eu, como muitos alunos do Professor Rui Adérito Valente, plantámos, com ele, em 1986, grande parte das árvores decepadas. Que horrendo cenário nos oferece agora a escola, onde os valores da preservação e da defesa da natureza nos foram ensinados.

É caso para se dizer: "Só se vê cepos!"



publicado por blogmontelongo às 18:00
comentários recentes
Obrigada "h" pela atenção. Já se corrigiu o erro.
Seria importante que as escolas não encerrassem an...
http://www.scoop.it/t/explore-minho/p/4024462499/2...
Da me a ideia que o senhor anda fugido de fafe. Ma...
Realmente a ligação à ruralidade tem vindo a perde...
Certíssimo caro Luís. Não há nenhuma relação com n...
Daquilo que me apercebi é que este novo blog "roub...
Bom dia AlbertoA minha ideia e manter o blog plura...
Eu faço parte daqueles, que no Verão passado se in...
Teste. Obrigado pelos comentários.
pesquisar neste blog
 




Contacto
blogmontelongo@sapo.pt
Mensagens
Na agenda:


Blog Montelongo


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Farmácia de Serivço




blogs SAPO